Governo sobe imposto da gasolina em R$ 0,41

O Governo Federal assinou ontem decreto aumentando as alíquotas de PIS/Cofins sobre os combustíveis. Os tributos sobre o litro da gasolin...



O Governo Federal assinou ontem decreto aumentando as alíquotas de PIS/Cofins sobre os combustíveis. Os tributos sobre o litro da gasolina, por exemplo, saltaram de R$ 0,38 para R$ 0,79 – ou R$ 0,41. No diesel, a conta passou de R$ 0,24 para R$ 0,46.
“O aumento das alíquotas do PIS/Cofins sobre combustíveis é absolutamente necessário tendo em vista a preservação do ajuste fiscal e a manutenção da trajetória de recuperação da economia brasileira”, disse em nota conjunta os ministérios da Fazenda e do Planejamento. O PIS/Cofins para o produtor de etanol passou de R$ 0,12 para R$ 0,13. Ao distribuidor, que antes era livre do tributo, o acréscimo é de R$ 0,19. Em 2015, ano da última alta dos impostos, o aumento do PIS/Cofins da gasolina foi de R$ 0,22 centavos por litro. Para o óleo diesel, o valor girou em R$ 0,15 no período.

A elevação dos tributos já era certa, segundo afirmações do ministro Henrique Meirelles, da Fazenda. Os acréscimos vão gerar para o Governo uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões. O objetivo do Palácio do Planalto é cobrir o buraco nas receitas públicas e evitar uma eventual revisão na meta do déficit de R$ 139 bilhões em 2017. Do lado das despesas obrigatórias, o Governo deve bloquear R$ 5,9 bilhões dos gastos previstos no orçamento de 2017. Os detalhes serão divulgados hoje pelo Ministério do Planejamento, no relatório Bimestral de Receitas e Despesas.

Alta de 10%

O combustível vendido nas bombas (caso da gasolina) terá um aumento aproximado de 10%. Assim avalia Bruno Iughetti, especialista em Petróleo e Gás. “Pelas análises preliminares, a alta chegaria a 5%. Agora com números concretos, o preço da gasolina ficará em, no mínimo, 10% mais caro”, destaca.

Os repasses serão sentidos já na próxima semana. “Ninguém trabalha com o estoque de combustíveis por mais de uma semana. Até quarta ou quinta-feira os postos vão absorver esse aumento. Não seria lógico aplicar os novos valores a partir de hoje”, disse.

Ele reforça que, para a mudança, primeiro vende-se o combustível estocado – cujo valor comercializado na nota é inferior ao definido ontem pelo Governo. Nas próximas remessas, gasolina, diesel e etanol já terão aplicados as novas alíquotas.

Consumidor

A vendedora Vanessa Almeida lamenta a elevação dos tributos e já pensa em diminuir o número de vezes que segue para o trabalho com o carro próprio. “Todos os dias vou de carro para o trabalho. Agora, com esse aumento, irei apenas dois dias da semana”, disse.


O motorista Clóvis Carvalho reforça o impacto no orçamento com a alta do combustível. “Minhas despesas com abastecimento vão aumentar, em média, de 20% a 25%. É ruim quando se tem o carro como meio de sustento”, afirma.

Fonte: Opovo Online

Matérias relacionadas

destaque 5291798456289274967

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2017

https://www.tabeladobrasileirao.net/serie-a/widgets/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item