Congresso aprova e todos os brasileiros serão identificados por um chip

Desde 2008 se falava sobre a criação de um cadastro único, que unisse dados biométricos e civis, como RG, Carteira Nacional de Habilitaçã...



Desde 2008 se falava sobre a criação de um cadastro único, que unisse dados biométricos e civis, como RG, Carteira Nacional de Habilitação e o título de eleitor, em um único documento: o Documento de Identificação Nacional (DIN). A nova documentação traz todas essas informações em um chip, igual aos usados em cartões de crédito e bancários.
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (21) o projeto de lei do Executivo e agora será enviada ao Senado, onde deverá ser aprovada. Segundo o relator, Júlio Lopes (PP/RJ), após uma fase de adaptação, a nova identificação substituirá todos os documentos, com exceção do passaporte e da carteira de motorista (porque são provisórios).
Aos poucos, pelo projeto, deixarão de existir, na forma física, por exemplo, a carteira de identidade, o título de eleitor, o PIS e o Pasep.
O DIN será emitido pela Justiça Eleitoral, ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos. Ele já contará com o cadastramento biométrico realizado para a confecção dos novos títulos de eleitor no ano passado.
Impresso pela Casa da Moeda, a base da identificação será o CPF, que é um registro único. Os outros documentos serão validados no DIN, que oferecerá um número de cadastro novo, o RIC (Registro de Identificação Civil). A meta é substituir as carteiras de identidade, hoje a cargo dos estados e que possibilitam que uma mesma pessoa possua várias.
A homologação do DIN substituirá a proposta do novo modelo de RGs que também contaria com o uso de um chip. O DIN será emitido com base na Identificação Civil Nacional (ICN), criada pelo projeto com o objetivo de juntar informações de identificação do cidadão.

Banco de dados mundial

O motivo da retomada desse cadastro, que fora prometido no governo Lula, é o fato do Brasil ter assinado e estar promovendo os 17 novos “Objetivos Globais” que a ONU lançou em 2015.
Na proposta 16, que atende pelo nome genérico de “Paz” está o compromisso de cada nação em fazer cartões de identificação biométricos de cada homem, mulher e criança no planeta até 2030. Já existe uma base de dados central em Genebra, Suíça, que fará o controle dos dados. Chama-se Plataforma Única de Serviços de Identidade (UISP, na sigla em inglês). Com informações de G1  e UOL

Matérias relacionadas

destaque 7410612947096669766

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2017

https://www.tabeladobrasileirao.net/serie-a/widgets/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item