Chuvas devem voltar ao Sertão a partir deste mês de dezembro

As  chuvas vão começar a retornar ao Nordeste brasileiro a partir deste mês de dezembro. É o que revela a editora de tempo do Canal Rural,...

Resultado de imagem para chuva em serra talhada
As  chuvas vão começar a retornar ao Nordeste brasileiro a partir deste mês de dezembro. É o que revela a editora de tempo do Canal Rural, Pryscilla Paiva, ao comentar estudo que trata da mudança dos fenômenos El Nino para o El Nina. O El Nino, um dos mais fortes da história recente na região, foi o responsável por cinco anos de estiagem, com rios secos, rebanhos dizimados e produtores endividados e sem produção.
A falta de chuva no Nordeste é responsável por 60% do prejuízo causado por problemas climáticos no Brasil. Com o La Niña em curso, o quadro vai começar a ser outro. As chuvas vão retornar para o Nordeste. Em algumas localidades isso já estaria acontecendo.
Neste momento estamos com uma janela de tempo seco no Nordeste por causa de um sistema meteorológico chamado de vórtice ciclônico de altos níveis, o VCAN. Este sistema impedirá apenas momentaneamente a atuação das instabilidades.
Segundo Desirée Brandt, meteorologista da Somar, em dezembro as chuvas já retornam para o Matopiba (Região considerada a grande fronteira agrícola nacional da atualidade, o Matopiba compreende o bioma Cerrado dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia e responde por grande parte da produção brasileira de grãos e fibras). E, no primeiro trimestre do ano que vem, serão intensas.

Em algumas cidades do Ceará, como é o caso de Morrinhos, a previsão indica mais de 700 milímetros em 30 dias. No oeste da Bahia, sul do Maranhão e do Piauí, a situação também será bem melhor. Em algumas localidades, a umidade do solo já aumentou e apresenta índices de 60%. “Será um verão generoso para os produtores nordestinos, que já foram tão penalizados”, diz Desirée.

As notícias que já circulam em diversos veículos de imprensa, trazem opiniões e depoimentos de especialistas sobre a previsão de muita chuva no Sertão e grandes estiagens no Sul do país, tudo isso, atribuído ao fenômeno meteorológico La Niña, permanecendo ao longo de 2017, provocando aumento nas chuvas em todo Norte e Nordeste.
Jornal:desafio

Matérias relacionadas

destaque 3481943346717206010

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2016

http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item