Senado antecipa comissão do impeachment! Senador Romário será integrantes da comissão

O Senado recebeu nesta terça-feira (19) as primeiras indicações nos nomes para a comissão de 21 senadores que vai analisar o pedido de impe...


O Senado recebeu nesta terça-feira (19) as primeiras indicações nos nomes para a comissão de 21 senadores que vai analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A comissão deve começar o trabalho na próxima segunda-feira (25). às 16h, segundo o presidente do Senado, Renan Calheiros, disse na sessão desta tarde. Renan cedeu à pressão da oposição para adiantar a criação do colegiado. As indicações serão feitas por blocos partidários, que são os grupos formados por alianças entre os partidos no Senado. - See more at: http://www.folhabrasilnoticias.com.br/2016/04/senado-antecipa-comissao-do-impeachment.html#sthash.ctc2LkPC.dpuf
Veja o número de vagas de cada bloco e os partidos que já indicaram integrantes: PMDB – 5 vagas: ainda não indicou oficialmente os nomes PSDB, DEM e PV – 4 vagas: Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) PT e PDT – 4 vagas: ainda não indicou oficialmente. No entanto, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ ) disse que ele, José Pimentel (PT-CE) e Gleisi Hoffmann (PT-PR) serão os indicados PSB, PPS, PCdoB e Rede – 3 vagas: Romário (PSB-RJ) e Fernando Bezerra (PSB-PE) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) PP, PSD – 3 vagas: ainda não indicou oficialmente PR, PTB, PSC, PRB, PTC – 2 vagas: Wellington Fagundes (PR-MT) e Zezé Perrela (PTB-MG) Além dos 21 titulares, a comissão conta também com 21 suplentes. Os nomes acima são dos membros titulares indicados. Na sessão desta terça-feira, o Senado faz a leitura da denúncia do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Em seguida, o presidente do Senado, Renan Calheiros, solicitou que as lideranças enviem em até 48 horas a indicação dos 21 nomes que irão integrar a comissão especial. A sessão foi aberta com questionamentos de senadores sobre os prazos da comissão. "Se for necessário e para dirimir as dúvidas, vou pedir a antecipação da transferência da presidência do Senado para o presidente do Supremo Tribunal Federal [Ricardo Lewandowski]", respondeu Renan. Mais cedo, ficou acordado que em até 48 horas os blocos devem indicar nomes para a comissão. No entanto, a oposição alega, citando o regimento do Senado, que as indicações devem ser feitas ainda hoje. Por isso, segundo Renan, a antecipação da transferência da presidência serviria "para que essas dúvidas deixem de acontecer e para que não haja questões de ordem sendo feitas a cada momento por motivação meramente política". Prazos A partir da instalação da comissão são eleitos seu presidente e relator e a presidente Dilma é notificada do processo. A comissão tem o prazo de dez dias úteis para dar seu parecer sobre se é possível a abertura de processo de impeachment no Senado. A Câmara dos Deputados aprovou o processo no último domingo, mas é no Senado onde ocorre de fato o julgamento da presidente. Depois de instalada, a comissão tem até 48 horas para eleger seu presidente e relator e até 10 dias úteis para apresentar parecer sobre se o processo de impeachment deve ou não ser admitido no Senado. O parecer da comissão deve em seguida ser votado pelo plenário do Senado. Para que o processo seja aberto, é preciso o apoio da maioria simples dos senadores, ou seja, a maioria dos parlamentares presentes, desde que haja um mínimo de 41 senadores na sessão. Com a presença dos 81 senadores, são necessários 41 votos para aprovar o impeachment. Apenas se o processo for aceito no Senado é que a presidente Dilma fica afastada temporariamente de suas funções. Cabe aos senadores realizar o julgamento sobre se as denúncias contra Dilma justificam o seu impedimento do cargo. Se condenada, a presidente tem o mandato cassado e fica proibida de disputar cargos públicos por oito anos. Se for absolvida, a presidente retoma o cargo. No período do afastamento temporário assume o vice-presidente Michel Temer (PMDB). (*Colaborou Bernardo Barbosa, de São Paulo) Placar do Impeachment do Senado Levantamento diário do jornal "O Estado de S. Paulo" mostra como os senadores estão direcionando seus votos para o impedimento ou não da presidente Dilma Rousseff. Para ver o placar atualizado, acesse o endereço: http://zip.net/brs8JB  (URL encurtada e segura). - See more at: http://www.folhabrasilnoticias.com.br/2016/04/senado-antecipa-comissao-do-impeachment.html#sthash.ctc2LkPC.dpuf

Matérias relacionadas

destaque 1060354875100230893

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2017

https://www.tabeladobrasileirao.net/serie-a/widgets/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item