Deputado federal Jean Wylls cuspiu Bolsonaro apos ser chamado de “queima rosca” e “baitola”

Além de ser chamado de “queima rosca” e “baitola” por ter votado contra o golpe, Jean Wyllys foi puxado por Bolsonaro e reagiu com uma cusp...

Além de ser chamado de “queima rosca” e “baitola” por ter votado contra o golpe, Jean Wyllys foi puxado por Bolsonaro e reagiu com uma cusparada. Em seu voto, Bolsonaro homenageou o torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra e elogiou Eduardo Cunha

jean wyllys jair bolsonaro cuspe
O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) disse que realmente cuspiu em direção a seu colega Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e afirmou que faria de novo. “Eu cuspiria na cara dele quantas vezes eu quisesse”, declarou. O deputado disse que não teme ser processado.
“Na hora que eu fui votar, esse canalha decidiu me insultar na saída e tentar agarrar meu braço. Quando eu vi o insulto, eu devolvi com um cuspe na cara dele, que é o que ele merece”, afirmou.
Em seu discurso na hora de votar pelo impeachment de Dilma, Bolsonaro exaltou o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-chefe do DOI-Codi e acusado de comandar torturas durante a ditadura militar. Bolsonaro também elogiou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, réu no STF por corrupção e lavagem de dinheiro.
Bolsonaro negou que a cusparada de Wyllys tenha atingido sua face. Disse que se abaixou e conseguiu desviar na hora. De acordo com o deputado, a maior parte do cuspe pegou no deputado Luís Carlos Heinze (PP-RS), que estava atrás dele na hora. Bolsonaro não disse se pretende processar o colega no Conselho de Ética da Câmara.
Em publicação nas redes sociais, Jean Wyllys alegou que Bolsonaro o chamou de “baitola” e “queima rosca”. Confira abaixo:
“Depois de anunciar o meu voto NÃO ao golpe de estado de Cunha, Temer e a oposição de direita, o deputado fascista viúva da ditadura me insultou, gritando “veado”, “queima-rosca”, “boiola” e outras ofensas homofóbicas e tentou agarrar meu braço violentamente na saída. Eu reagi cuspindo no fascista. Não vou negar e nem me envergonhar disso. É o mínimo que merece um deputado que “dedica” seu voto a favor do golpe ao torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-chefe do DOI-CODI do II Exército durante a ditadura militar. Não vou me calar e nem vou permitir que esse canalha fascista, machista, homofóbico e golpista me agrida ou me ameace. Ele cospe diariamente nos direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. Ele cospe diariamente na democracia. Ele usa a violência física contra seus colegas na Câmara, chamou uma deputada de vagabunda e ameaçou com estuprá-la. Ele cospe o tempo todo nos direitos humanos, na liberdade e na dignidade de milhões de pessoas. Eu não saí do armário para o orgulho para ficar quieto ou com medo desse canalha”

Matérias relacionadas

politica 8347607053828794211

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2016

http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item