Record entregará programas de Faro, Mion e Sabrina para Gugu fazer

Depois de Xuxa e das novelas, a Record vai terceirizar a produção de pelo menos quatro programas de auditório. O plano é passar para Gugu...

Gugu Liberato no cenário de seu programa, gravado na GGP, em Alphaville (Grande São Paulo) - Divulgação/Record

Depois de Xuxa e das novelas, a Record vai terceirizar a produção de pelo menos quatro programas de auditório. O plano é passar para Gugu Liberato, até o início de 2017, a realização dos shows de Geraldo Luís, Rodrigo Faro, Marcos Mion e Sabrina Sato. Com isso, Gugu se tornará um superprodutor da Record. A parceria está prevista no novo contrato do apresentador com a emissora, que irá investir nas instalações de sua produtora. Com a terceirização, a Record irá demitir algumas centenas de funcionários e reduzir seus custos em 40%, de acordo com alto executivo da rede.
O Domingo Show é o primeiro na fila da terceirização. Ainda neste semestre, o programa passará a ser gerado ao vivo da GGP, em Alphaville, na Grande São Paulo, onde já é produzido o show de Gugu. Para deixar a Barra Funda (região central), onde hoje  é realizado, o programa de Geraldo Luís aguarda investimentos na produtora de Gugu, como geradores de eletricidade, switchers (salas de controles de gravações) e ilhas de edição.
Parte dos investimentos será feito pela Record. A emissora irá ceder ao apresentador equipamentos em comodato _o valor do material será descontado das futuras dívidas da emissora com a GGP.
O projeto de terceirização da produção da Record está sendo tocado pelo bispo Marcus Vinicius Vieira, hoje o executivo mais poderoso dentro da emissora. Apenas com A Fazenda, no ano passado, Vieira conseguiu uma economia de R$ 20 milhões ao transferir a produção para a Floresta. O reality show custava R$ 50 milhões por edição. Passou a custar R$ 30 milhões.
A terceirização reduz custos porque a emissora deixa de contratar funcionários que não são produtivos o ano todo (quando o programa não está no ar) e elimina despesas diretas com áreas de apoio (segurança, contrarregragem, limpeza). Em contrapartida, tende a reduzir a qualidade dos programas _a Casablanca, por exemplo, está tendo dificuldades para recontratar antigos funcionários da Record no Rio de Janeiro, para montar a equipe da segunda fase de Os Dez Mandamentos, porque paga menos do que a emissora. Além disso, a Record pode sofrer ações judiciais. O Ministério Público do Rio de Janeiro investiga as terceirizações no RecNov e deve denunciar a emissora por terceirização da atividade-fim, o que é ilegal.
Alheio a questionamentos, no entanto, Marcus Vinicius Vieira tem um plano de longo prazo: transformar as instalações da Barra Funda em uma grande central de produção de jornalismo. Para tanto, precisa terceirizar todos os programas da linha de shows. Antes de desenvolver o projeto de terceirização, Vieira estudou o sistema de produção da TV norte-americana, em que as emissoras contratam estúdios independentes para realizarem suas séries e reality shows.


Notícias da TV

Matérias relacionadas

geral 5752846363102431460

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2017

https://www.tabeladobrasileirao.net/serie-a/widgets/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item