Pode faltar gasolina em Pernambuco a partir de segunda-feira (21)

Pernambuco está sob risco de desabastecimento de combustível e pode faltar gasolina para o consumidor. De acordo com Sindicato dos Combus...

191215combustivelpe

Pernambuco está sob risco de desabastecimento de combustível e pode faltar gasolina para o consumidor. De acordo com Sindicato dos Combustíveis de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), alguns postos só têm estoque do produto até a próxima segunda-feira. Atualmente, eles estão atendendo a bandeira à quantidade limitada, ou seja, se há um pedido de 20 mil litros de gasolina, por exemplo, a distribuidora só vende no máximo 15 mil litros. O problema é causado, segundo a instituição, pela redução da frequência do abastecimento, que é feito por transporte marítimo. A carga chega à Suape e é distribuída em quase todo o Estado.
O presidente do sindicato, Alfredo Pinheiro Ramos, afirmou que as dificuldades de abastecimento acontecem desde o início desta semana. Os portos de Cabedelo, na Paraíba, e de Guamaré, no Rio Grande do Norte, também estão com a frequência das embarcações atrasada. "Em Cabedelo, o navio deverá vir até o dia 23 de dezembro. Isso quer dizer que só vai haver gasolina na semana do dia 28. Em Guamaré, tivemos a informação da Petrobras que o navio estaria sendo liberado hoje porque ele teve problemas na documentação", detalhou.
A carga que aporta no Estado já está em Suape, mas ainda não iniciaram o bombeamento do material para as distribuidoras. Desde o último dia 11 a embarcação foi liberada pela BR, empresa que "vende o produto a todas distribuidoras, mas ela encontra-se "paralisada", disse Ramos. O impacto disso é a possibilidade de não ter gasolina para atender à população. Em Pernambuco, são 1350 postos, sendo 209 no Recife.
A crise na Petrobras, intensificada pelos escândalos de corrupção e lavagem de dinheiro na estatal é vista como a principal causa das dificuldades de abastecimento. "Tudo isso é o desmando que a Petrobras ficou e a consequência é muito ruim porque não se sabe se isso vai piorar", afirmou Ramos para acrescentar que toda imagem negativa, entretanto, recai sobre os donos de postos de combustível. "Representamos 6,48% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional e, em Pernambuco, 19,5%, com arrecadação do ICMS e mesmo assim as pessoas acham que tudo é nossa culpa", questionou.
O aumento de 3% da gasolina nas refinarias estabelecido pela Petrobras é outro fato que também prejudica o fornecimento de combustível. "Neste ano, a gasolina ficou 32% mais cara e o diesel 45%. Só não repassamos mais valores ao consumidor porque o mercado aqui no estado é muito competitivo e busca o melhor preço", finalizou o presidente do sindicato. A média do valor da gasolina encontrada dos postos é de R$ 3,40 o litro.
O Sindicombustíveis-PE informou que enviou ofício à Petrobras informando a situação e pediu providências. A Petrobras teria informado no documento que não vê risco de desabastecimento e que tomou medidas para restabelecer os problemas ocorridos com a liberação dos navios nesta semana. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a assessoria da estatal. (Via: PE Notícias)

Matérias relacionadas

destaque 1788232116914481554

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2017

https://www.tabeladobrasileirao.net/serie-a/widgets/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim

Vereador Arnaldo de Zé de Bia

Vereador Arnaldo de Zé de Bia
item