SP recusa proposta por Ganso e vai conversar com Orlando na Justiça

Orlando queria que São Paulo entregasse Ganso para abater dívida contraída em acordo com Kaká O São Paulo informou na manhã desta q...

Orlando queria que São Paulo entregasse Ganso para abater dívida contraída em acordo com Kaká
  • Orlando queria que São Paulo entregasse Ganso para abater dívida contraída em acordo com Kaká
O São Paulo informou na manhã desta quarta-feira que recusou a proposta de R$ 19 milhões feita pelo Orlando City por Paulo Henrique Ganso. A oferta do clube norte-americano inclui R$ 5 milhões em dinheiro e o perdão da dívida alegada em R$ 13,9 milhões - quantia cobrada na Justiça.
O Orlando entrou na Justiça contra o São Paulo alegando não ter recebido integralmente o valor referente ao empréstimo de Kaká, ocorrido no ano passado. No acordo, o São Paulo teria de pagar seis parcelas de R$ 400 mil, a renda dos dois primeiros jogos com Kaká no Morumbi e a renda de um amistoso entre os dois clubes a ser realizado. O São Paulo admite ter descumprido o prazo dos pagamentos, mas afirma que o valor a devido ao Orlando em bilheteria é de R$ 1,7 milhão. O clube paulista entende que a ação movida pelo Orlando City não tem qualquer chance de prosperar na Justiça.
Segundo o clube norte-americano, nenhuma parcela foi paga dentro do prazo, a renda de apenas um jogo foi repassada e o amistoso não aconteceu. Agora o Orlando cobra do São Paulo e tenta fazer com que Ganso entre como pagamento, uma vez que o clube não pode arcar com as despesas neste momento.
O valor definido pela cúpula são-paulina como meta para vender Ganso é R$ 15 milhões pelos 32% dos direitos econômicos que detém. O São Paulo recebeu uma oferta do Flamengo por Ganso há menos de dois meses. Em reunião realizada no estádio do Morumbi, em São Paulo, o clube carioca ofertou R$ 10 milhões pelos 32% dos direitos econômicos – a DIS, do Grupo Sonda, detém 68%. Antes disso, o Santos ainda tentou um empréstimo do meia de volta à Vila Belmiro, sem sucesso.
Ganso considera a proposta interessante. Ele não vê problema em jogar no futebol dos Estados Unidos aos 25 anos. O Orlando City tinha conversado com o jogador e seu estafe e já mostrou um contrato - como informado pelo Blog do Perrone, Ganso receberia US$ 3 milhões por ano, quase o triplo do valor hoje recebido pelo atleta no São Paulo.
Nesta quarta-feira foi publicado o processo do Orlando City, que aponta o valor da ação composto por uma multa de R$ 12,1 milhões pela - na visão do clube norte-americano - ausência de documentos que comprovem o valor de R$ 1,7 milhão, e totalizando R$ 13,9 milhões. O documento enviado ao São Paulo em fevereiro ao Orlando City, no entanto, foi aceito pelo CEO do clube, Alexandre Leitão, como mostra troca de e-mails anexado ao processo.
"O fato de o Réu ter encaminhado mensagem eletrônica apresentando planilha cuja matemática, percentuais e indicadores econômicos fora aprovado pelo CEO do Autor aos 13 de fevereiro de 2015, não exime o São Paulo Futebol Clube da obrigação assumida quando da assinatura do contrato, referente a entrega dos referidos documentos. Por tais razões, a incidência da multa ainda permanece, pois o Réu, a despeito de informar o valor supostamente devido, deixou de comprovar a veracidade da informação a que é obrigado a prestar, diante da força do contrato celebrado", cita o processo do Orlando.
O contrato de empréstimo de Kaká, também anexado ao processo, mostra que o São Paulo receberia uma multa diária de US$ 10 mil caso não enviasse ao Orlando City os documentos que mostram a diferença de receita de bilheteria antes e depois da passagem do meia pelo Morumbi. O processo ainda cita: "Considerando que, o contrato fora assinado aos 26/06/2014 e, o Réu tinha até 6 de julho de 2014 para apresentar a referida documentação comprobatória, o que não fez até a data de 20/7/2015, passados 378 dias, deve mais US$3.780.000,00(três milhões, setecentos e oitenta mil dólares), os quais, convertidos ao câmbio comercial do dia 20/7/2015 – R$3,21, totalizam a importância de R$12.133.800,00".
Confira abaixo o pedido da ação:
"1. condenar o Réu na apresentação dos documentos idôneos comprobatórios do valor médio da receita líquida auferida nas partidas que o São Paulo Futebol Clube mandou jogos realizados no Estádio do Morumbi pelo Campeonato Brasileiro de 2014 antes de 10.07.2014 contra Botafogo, Coritiba, Grêmio e Atlético-MG;
2. condenar o Réu no valor da multa identificada na cláusula 2.4. do contrato, no valor diário de R$32.100,00, totalizando até o dia 20/7/2015 o valor de R$ R$12.133.800,00, mais as vincendas no curso da ação até que apresente os comprovantes de renda que validem o valor cobrado;
3. condenar o Réu no pagamento do montante de R$1.744.359,26, não comprovado e impago, mas devido e pendente de auditoria mediante o confronto dos documentos listados no pedido anterior;
4. condenar o Réu nas diferenças eventualmente encontradas por força do confronto entre os documentos apresentados e o efetivo débito apurado, tudo acrescido das custas processuais e honorários advocatícios;" 
*Atualizado às 15h45

Matérias relacionadas

esportes 2480369235599932492

Postar um comentário

emo-but-icon

Rádio Cidade Mix Ao vivo


(Clique no play para ouvir)

Curta nossa Fanpage

UNICON CONTABILIDADE

UNICON CONTABILIDADE

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

WhatsAPP BLOG ELIAS PUBLICIDADES

Parceiros

Brasileirão 2017

https://www.tabeladobrasileirao.net/serie-a/widgets/

Grande Serra

Grande Serra

CSB

CSB
A FABRICA DE EVENTOS

Total de visualizações de página

Apoio Secretário de Agricultura

Apoio Secretário de Agricultura
Cleiton Beijamim
item